29 junho 2010

PostHeaderIcon Palermo, Sicília

Maior cidade da Sicília e quinta maior da Itália - com aproximadamente 850 mil habitantes - Palermo é o principal centro cultural, histórico e econômico da Sicília, encantando sempre os turistas que a visitam.
Se você estiver longe da Sicília (aquela ilha que a "bota" parece estar chutando), o aeroporto de Palermo (que não fica muito longe da cidade) oferece alguns vôos low cost da/para a Itália e/ou Europa.  Sei que os aeroportos de Veneza (Marco Polo) e Roma (Fiumicino), por exemplo, têm linhas low cost regulares (onde trechos por menos de 20 euros - taxas incluídas - não são difíceis de se encontrar).
Além de ser banhada pelo inebriante Mar Tirreno, Palermo foi ocupada - ao longo de sua história de 2700 anos - por Fenícios, Gregos, Vikings, Romanos, tribos Germânicas, Espanhóis, Árabes... E até hoje a herança desses povos é vista em seus museus e monumentos, justificando nossa visita!
Um curioso monumento é a famosa Catedral de Palermo (foto à esquerda). Construída pelos normandos, passou por várias modificações e reformas, tornando-se uma verdadeira “salada arquitetônica”, cujos ingredientes são as diversas culturas e estilos da história da cidade: gótico, normando, mourisco, catalão e barroco. De inegável beleza, o Duomo di Palermo é completamente diferente de qualquer outra grande catedral italiana.
Outra curiosidade de Palermo (e outras cidades sicilianas) é o "dialeto siciliano". Um habitante de Palermo (palermense?) me corrigiu: o que falamos não é dialeto, é língua! Realmente, o siciliano não tem NADA a ver com o Italiano. Apesar de muito diferente, você conversará em italiano sem problemas, pois todos o falam. Muitos falam inglês também, sobretudo nos pontos turísticos...
Ao contrário de Napoli, Palermo é relativamente limpa e organizada. Mais que Roma, eu arriscaria dizer. Tipicamente não mais que as cidades do norte italiano, mas os preços, o clima e a gentileza das pessoas compensa a pequena desvantagem!
Obviamente Palermo tem muito mais a oferecer do que relatamos neste post. Portanto, confira nos seguintes links mais informações sobre a cidade (sua história, suas atrações, fotos, etc.): www.muraldoturista.com.br, palermo-sicilia.it (site oficial em italiano ou inglês), wikipedia (inglês), world66 (inglês) , Palermo sights and attractions (inglês).

2 comentários:

Lenise Souza disse...

Muito legal seu blog! Já morei em Palermo e é realmente uma cidade linda e peculiar.

Ah, quem nasce em Palermo é Palermitano...hehhe

Abraços, Parabéns pelo blog.

Lenise.

Anônimo disse...

O artigo ficou um pouco superficial, mas vou contar um pouco como eh morar em Palermo...
Eh horrivel! As pessoas aqui sao completamente selvagens, se bem que na selva deve ser mais organizado.
Sai' do Brasil esperando uma alta qualidade de vida e depois de alguns meses morando em Palermo me dei conta que aqui consegue ser pior do que uma grande cidade ruim do Brasil e vou contar porque.
Os palermitanos sao altamente mal-educados, seja no transito (estacionam em cima de faixa de pedestres, calçadas, em fila dupla, nao respeitam o pedestre nem com o sinal verde pro pedestre, que aqui tem essa "inteligencia" que o sinal estah verde pro pedestre e tambem pra os carros que vem do outro lado do cruzamento, praticamente atropelam as pessoas na faixa e nao param NUNCA pro pedestre, o transito eh um salve-se quem puder), sao muito mal-educados e se metem na vida das pessoas do nada. Jogam lixo nas ruas, nao recolhem as fezes dos cachorros (a maior parte das pessoas). Gritam o tempo todo, e sao muito tirados a espertinhos, nao respeitam fila. Os orgaos publicos funcionam vez ou outra na semana, dao as senhas e fecham ao meio dia e meio e mesmo se voce perdeu toda a manha ali esperando, que se dane, eles fecham e voce fica sem atendimento mesmo tendo uma senha. Os italianos sao muito desprovidos de inteligencia pro dia-a-dia. Os palermitanos nao respeitam ciclovia nem o pedestre, ée um salve-se quem puder. A policia raramente faz algo. Todos estao muito mal acostumados. As construcoes sao velhas e feias (exceto os palacios do centro historico que sao interessante), eles obrigam a pessoa a construir a casa e colocar umas janelas de madeira de um modelo que eles ditam e umas grades e sempre cor amarela. Um verdadeiro horror. Bem, estou ansiosa pra terminar o que eu vim fazer aqui e me mudar pra uma cidade mais civilizada, se puderem escutaer um conselho, vao pro norte da italia, essa coisa de cidade ensolarada eh truque. Melhor cidade nublada e vir pegar um aviao e passar ferias na praia do que cidade ensolarada com gente selvagem e mal educada.

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!

Regiões da Itália

Envie seu email


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


Mapa Italiano

Visitantes

free counters

Seguidores

Sobre os Autor