30 janeiro 2010

PostHeaderIcon Visto Italiano...

Quem pensa em viver por mais de 3 meses na Itália deve, antes de mais nada, procurar o consulado Italiano mais próximo de sua casa e solicitar um visto de longa duração. Quem planeja ficar na Itália (ou em outros países "Schengen"/Europeus) por 3 meses ou menos, um passaporte brasileiro válido é suficiente. Neste link você pode encontrar o consulado mais próximo da sua casa.
Existem 20 modalidades diferentes de vistos de entrada na Itália (vistos para estudos, trabalho, trânsito aeroportuário, etc.). Confira neste link (Embaixada Italiana no Brasil) informações específicas (texto somente em inglês ou italiano).
No meu caso particular, vim para a Itália em razão de meus estudos de pós-graduação. Como não éramos, nem eu nem minha esposa, cidadãos europeus, precisamos solicitar um visto de estudos (caso você tenha direito à cidadania italiana, veja este roteiro). Para tanto, foi necessário apresentar vários documentos e formulários em uma entrevista agendada no consulado italiano de Curitiba, PR. Tais documentos (diploma universitário, certidão de casamento, etc.) precisaram ser traduzidos para o italiano por tradutor juramentado. É provável que o seu consulado tenha uma lista de tradutores juramentados disponíveis. Confira os tradutores do consulado de Curitiba.
A tradução juramentada, embora custe bastante (prepare-se para desembolsar centenas de reais), é necessária, infelizmente. Não obstante, a própria elaboração do visto italiano custa algum dinheiro. Informe-se a respeito com o seu consulado (minha fraca memória não me permite lembrar com precisão tais cifras - penso que seja algo como 60 euros por pessoa).
Você precisará demonstrar também, ao requerer seu visto, meios de subsistência durante seu período de moradia em território italiano. Ou seja, você deverá provar que não está embarcando para a Itália para lá virar um "problema social". Em nosso caso, fomos agraciados por uma bolsa de estudos. Apresentamos, portanto, uma carta enviada pela universidade na qual tal rendimento vinha descrito, bem como outras informações (seguro de saúde, período de abrangência, etc.). Receber feeds deste blog por email

6 comentários:

Anônimo disse...

amigo, estou indo à italia pelo mesmo motivo que você, mas eles me informaram que minha esposa só pode ir comigo após eu solicitar um documento específico em solo italiano. Você sabe me informar sobre isso? Não tem como ela ir comigo direto? meu email é thicaliari@yahoo.com.br

Anônimo disse...

Olá,
Eu gostaria de morar na Itália e trabalhar lá.E só não consegui a dupla cidadania pq colocaram fogo na igreja que continha a certidão de meu bisavô.O que posso fazer??por favor me ajude meu email é raquelsecco@hotmail.com

Davi disse...

Raquel, eu não desistiria da cidadania assim tão facilmente. Apesar do incêndio na igreja onde haviam os documentos do seu bisavô, talvez existam outras maneiras de você iniciar seu processo de solicitação de cidadania italiana. No seu lugar, eu procuraria conseguir um documento que testifique o referido incêndio (isso dará subsídios à sua justificativa da falta deste documento em seu processo). A certidão de nascimento de seu bisavô não existe, mas você consegui a certidão de casamento dele? E a nascimento do seu avô (onde consta o nome do seu bisavô). E a certidão de óbito do seu bisavô? E a certidão de batismo dele? Procure "triangular os dados". Ou seja, procure vários documentos que sugiram a existência do seu bisavô (apesar da ausência de sua certidão de nascimento). Sua cidadania pode não ter sido "queimada" junto com a certidão de nascimento do seu bisavô.
Acredite, a cidadania italiana lhe será uma enorme "mão na roda".
Boa sorte!

Anônimo disse...

no meu caso namoro um italiano e queria morar com ele na italia como faço

Anônimo disse...

Olá, estou indo para a Itália como turista e ficarei na casa de um amigo. Gostaria de saber se há como extender minha estadia lá estando já no país de alguma forma, porque minha intenção é fazer um curso de lingua italiana e inglesa. Posso obter visto de estudante estando lá?

Davi disse...

Pode sim. Você pode solicitar um visto de longa duração por motivo de estudo estando na Itália. Informe-se como fazer isso com o consulado, pois não conheço os trâmites exatamente.
Att.

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!

Pesquisar neste Blog

Regiões da Itália

Receitas Italianas

Envie seu email


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


Mapa Italiano

Visitantes

free counters

Seguidores

Sobre os Autor